segunda-feira, dezembro 26, 2005

Até que enfim que acabou o Natal

Detesto que as pessoas só pareçam estar acordadas nesta altura do ano. Entre o dia 24 de Dezembro e o dia 1 de Janeiro está toda a gente feliz, unida, atenta. No resto do ano anda tudo a queixar-se, triste... e, no fundo, a dormir.

Acordem, merda!
Produzam!
Valorizem as pessoas que estão ao vosso lado!
Não caminhem com palas nos olhos!
Não critiquem tanto o vizinho e olhem mais para dentro da vossa casa!
Não se queixem do trânsito quando estão dentro de um carro no meio desse mesmo trânsito que estão a ajudar a criar! Não olhem para o acidente na outra faixa de rodagem!
Não vão passear para um centro comercial ao fim de semana quando se queixam que não têm dinheiro! Vão para a praia, para o campo! Ensinem os vossos filhos que o conceito "sair de casa" não implica "sair de casa para ir para dentro de outro edifício".
Lembrem-se que a merda não acontece só aos outros.
Pensem no que fariam se a pessoa com quem acabaram de gritar morresse hoje e amanhã já não pudessem pedir desculpa.

Não sejam queixinhas e vivam, sonhem...!

Karvela (que às vezes detesta este país... mas acho que isso acontece mais quando estou com o período)

2 comentários:

Apenas, o cidadão disse...

lol

já não é raro ouvir pessoas a dizer que esta epoca é a da hipocrisia.

bom manifesto.

Crocodila do Mondego disse...

Como dizer isto de forma simples e curta?... Concordo! Talvez por isso me sinta deprimida todos os Natais, e tenha decidido fazer as passagens do ano no calor do meu lar... Mesmo assim, olha... É respirar fundo e suster a respiração! E esperar que esta merda passe rápido. Para o ano vai necessariamente haver mais...