sexta-feira, novembro 25, 2005

Eu tentei, eu juro que tentei...

Ajudei uma senhora no outro dia a entrar no autocarro. Era idosa, obviamente debilitada fisicamente mas, como constatei a seguir, muito pouco debilitada mentalmente.
Logo a seguir a ajudá-la a entrar, disse-lhe "sente-se, que eu pico-lhe o módulo."... não só me ignorou solenemente como o módulo que tinha na mão era de 1998 - pelo menos parecia, de tantos números e rasgões que tinha.
Ela era daquelas senhoras que, quando confrontadas com uma fiscalização aos bilhetes, faz uma cena a la Abe Simpson "Estou tão confusaaaaaaaaa, onde é que eu estou? Isto não é o 51? Ai a minha cabeça... dói-me a barriga..." *peido*

Aposto que, se não tivesse módulo, picava a baínha do casaco ou o talão da mercearia...

Ai, esta terceira idade está perdida... já não se fazem idosos como dantes!

Karvela

8 comentários:

AlIllis disse...

Ao contrário de que podemos pensar, eles não nasceram ontem...

Undisclosed Recipient disse...

Por acaso, aquela senhora tinha ar de quem tinha nascido em 1825...

Pedro Duarte disse...

Hehehehe ! Gostei do pormenor do peido :D

Anónimo disse...

:)

Dauphin disse...

eishhhhhhhhhhhhhhh!!! a cena da descrição do *peido* tá linda! de onde adaptaste? tu eras loura, filha, agora já não.
Mas, insisto, foi brutal! Quase com sonoridade e cheiro, percebes... humor subtil, tão inglês... quase que me vi num autocarro de dois andares, e... porque é que agora insisto em falar de londres?!? esquece, volta ao *peido*.

Undisclosed Recipient disse...

Bem, o peido foi invenção minha. Quer dizer, eu não inventei o peido, não fui eu quem um dia disse: "Xa cá ver, está a sair-me um vento pelo ânus... como lhe chamarei?". Inventei para efeitos de comicidade. Funcionou, aparentemente! ;)

Anónimo disse...

Não é por acaso que o teu nome do meio é PEIDO

Anónimo disse...

Depois do tom ameaçador de Karvela no Messenger (usou muitas vezes os caracteres #%$& na mesma linha), devo um esclarecimento...

O seu nome do meio não é Peido. Na verdade é vê-la todos os dias ajoelhada à beira da cama a rezar a Santinha de Salazar..."Ó santa que o meu nome do meio,seja sinónimo de flautulência rectal"

Pelas confusões geradas, peço desculpa

Odd